quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Caturrices

Que assembleia legislativa querem os açorianos? Para responder racionalmente à questão, há que pensar na que tivemos até agora, na Horta. Deputados PS (em maioria absoluta), deputados PSD (em minoria relativa) e um deputado do CDS. Se perguntarmos quais foram os casos em que os nossos representantes condicionaram o governo socialista, aposto que ninguém consegue responder convenientemente. Os que apoiam o governo levantaram-se calados e sem um pio. A oposição laranja (para além da questão humilhante do Estatuto) limitou-se a umas picardias quase infantis, e ponho aí o quase, porque algum forasteiro pode estar a ler-me … O ilustre deputado do CDS manifestou-se duma forma tão frenética que a maioria governamental teve de condescender em alguns pormenores de somenos para ver se se calava. Ainda assim fez-se notar, a ponto de o ter eleito político do ano de 2007. Por antonomásia! E por falta de melhor. Calcule-se. A coisa chegou a um ponto tal que, certamente quem manda, mandou fazer uma lei eleitoral especial, de maneira a poderem entrar mais uns tantos partidos…Se cada povo tem os deputados e o governo que merece, cabe agora ao nosso Povo decidir. Mas o Povo que vota pois não contam para nada os que se abstêm por não saber ou por não querer votar. Por mais sábio que seja o abstencionista, ele é um zero à esquerda, um Chico banana que se sujeita a ser governado por pessoas em quem não acredita e não confia, por birra, por caturrice ou por vingança.
Carlos Melo Bento
2008-09-30

1 comentário:

Papio cynocephalus disse...

em termos práticos, não vejo a diferena do banana abstencionista para o banana que vota e que é na mesma governado contra a sua vontade